A Princesa Errante, de Kinuyo Tanaka

1960, Longa-metragem de ficção, 102’

Realizadora: Kinuyo Tanaka

Sinopse: Em 1937, quando o Japão ocupou a Manchúria, Ryuko, uma jovem de boas famílias, é informada que foi escolhida, através de uma fotografia, para esposar o irmão mais novo do imperador da Manchúria. Obrigada a deixar o Japão, ela terá de acostumar-se à sua nova vida enquanto princesa. Uma menina nasce pouco tempo depois e Ryuko parece estar feliz no Palácio. Porém, quando as tropas soviéticas preparam uma nova invasão, Ryuko vê-se forçada a fugir a pé, acompanhada pela sua filha, mas também pela própria Imperatriz.